Agosto 15, 2010

Entenda o pig 2

Posted in Uncategorized às 11:33 am por valdezbhz

14/ago/2010 – fonte: http://www.escrevinhador.com.br

Datafolha revela: Bonner afundou o Serra e a Organizações Globo atacam de novo.

Que fato relevante pode explicar a mudança brusca nas estatísticas do “DataFolha”? Na pesquisa de 20 dias atrás, o instituto da família Frias teimava em manter Dilma numericamente atrás de Serra, num “empate técnico” pra lá de duvidoso – ainda mais porque todos os outros institutos já apresentavam Dilma com vantagem de 5 a 10 pontos.

Agora, o “DataFolha” finalmente se rendeu: Dilma 41%, Serra 33%. Repito a pergunta: que fato relevante ocorreu entre uma pesquisa e outra? Lula apareceu colado a Dilma? Onde? Não houve nenhum programa de TV com a presença dos dois.

Os únicos fatos políticos dignos de nota foram o debate da Band (que teve audiência pífia, cerca de 3 pontos) e as entrevistas (?) dos candidatos no “JN”. A única conclusão possível é que a tentativa do “JN” de emparedar Dilma saiu pela culatra. Bonner afundou Serra. A Globo tentou salvar Serra, mas agora corre o risco de afundar com o candidato tucano.

Mas atenção: a “reportagem” da revista “Época” dessa semana mostra que o jornalismo porco das Organizações Globo, sob comando de Ratzinger, não tem limites. Parece um suicídio corporativo.

O suicídio é problema deles. O problema nosso é enxergar que essa turma tomou um caminho sem volta. E isso indica que seguirão a apostar em pequenos golpes e grandes manobras midiáticas.

Os números cada vez mais consolidados de Dilma parecem indicar que o jogo está definido. De fato, tudo aponta para a vitória de Dilma. O próprio DataFolha revela que ainda há 7% de eleitores (dizem na pesquisa que escolheriam com certeza o candidato de Lula, mas não sabem que Dilma é essa candidata) que podem migrar para a petistas, sem grande esforço.

Digamos, portanto, que a campanha de TV possa empurrar Dilma para 48%. Serra deve encolher para algo em torno de 30% (parece ser o piso do tucano). Marina e os outros ficariam com algo em torno de 10%.

Nesse quadro, chegaríamos às últimas semanas antes do pleito com: Dilma 48% X outros candidatos 40%. Tudo decidido, certo? Vitória petista no primeiro turno?

Mais ou menos. “Veja” e “Globo” parecem dispostos a tudo.

O que podem tentar?

A matéria porca da “Epoca” dá uma dica. Dilma nunca participou de ações armadas durante o período em que lutou contra a ditadura (e ainda que tivesse participado, isso não a diminuiria em nada). Mas isso pouco importa. Na reta final, o que importa é criar um clima de dúvida. Basta um depoimento emocionado, uma nova Miriam ou novos aloprados, e pronto. Uma semana de “JN”!

Não precisa virar o voto de 20%, 30%. Basta virar 4%. Foi o que fizeram em 2006. Podem conseguir em 2010? Acho difícil. Eles estão mais fracos. Mas tenho certeza que vão tentar.

Por isso, o caminho de quem apóia Dilma deve ser o de um otimismo cauteloso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: