Março 24, 2010

Hoje 24/03/2010 – show de graça no teatro alterosa

Posted in Uncategorized às 3:03 pm por valdezbhz

Carlinhos Brown faz show gratuito no Teatro Alterosa
Viviane Moreno – Repórter – 24/03/2010 – 09:29
O baiano Carlinhos Brown se apresenta nesta quarta-feira (24), de graça (os ingressos serão distribuídos a partir das 20 horas), no Teatro Alterosa, abrindo a edição 2010 da Noite do Griot. Promovido pelo Centro Cultural Casa África há cinco anos, o projeto que começou com artistas mineiros e abriu as portas para nomes nacionais recebe neste ano o primeiro convidado internacional: o senegalês Zal Idrissa Sissokho, que dividirá o palco com o mineiro Sérgio Pererê, em junho. Antes deles, o projeto receberá o rapper Mano Brown, do Racionais MC’s (dia 6 de abril); a poeta, atriz e cantora Elisa Lucinda (dia 27 de abril) e o multiartista Marku Ribas (em maio).
O formato será o mesmo das edições anteriores, mantendo o clima intimista, com um show acústico e um bate-papo informal entre o artista e o público, sem um roteiro pré-definido, com o palco valorizado pelas imagens criadas pelo ilustrador Cau Gomez especialmente para destacar o cenário das apresentações.
“É um formato de resgate e valorização da tradição oral. Tem artista que toca mais e fala menos, outros falam mais e tocam menos, às vezes o público participa mais, o microfone fica disponível, é bem solto”, diz o idealizador do projeto, o senegalês Ibrahima Gaye.
O convidado pode falar, por exemplo, sobre sua trajetória artística, seus projetos, suas referências, sobre alguma composição relevante ou sobre aspectos pessoais. “Não quer dizer que não possa falar sobre outras coisas, a energia da noite que conduz tudo”, diz Gaye.

A escolha de Carlinhos Brown para abrir a edição 2010 não foi por acaso. “Acredito que ele conversa com os objetivos do projeto. Além de realizar um trabalho artístico, é super-engajado nas causas sociais de Salvador”, observa Gaye.
O balanço desses cinco anos de atividades, na avaliação de Gaye, é muito positivo. “As pessoas não entendiam do que se tratava, o conceito do griot, acredito que ao longo desses cinco anos o público pode conhecer essa tradição e aproximar mais de seus artistas, já que, além de resgatar tradição oral, o projeto aproximou artistas e público”, diz, lembrando que o projeto já recebeu vários mineiros, como Sérgio Pererê, Mauricio Tizumba, Babilak Bah, Ricardo Aleixo, Gil Amâncio, Vander Lee, Makely Ka, Kiko Klaus e Marina Machado.
Para Gaye, buscar outros artistas fora de Minas, como o paraibano Chico César, o carioca Nei Lopes e a paulistana Fabiana Cozza, foi um processo natural.
Outro caminho a ser trilhado é a descentralização, iniciada neste ano com a realização do show do paulistano Rappin’ Hood em Porto Seguro. “Em 2011, estamos planejando descentralizar para outras cidades carentes desse projeto”, conta.
Em BH, será a primeira vez que a Noite do Griot acontece no Teatro Alterosa, depois de ter passado pelo Teatro João Ceschiatti e a Sala Juvenal Dias, ambos no Palácio das Artes. A mudança vem atender à necessidade de receber um público maior, já que muita gente voltou para casa nas edições anteriores. “Um pouco maior, mas nem tão grande assim para não perder o conceito da ‘Noite do Griot”, diz Gaye, explicando que se busca a intimidade de uma roda e não a distância de um palco, para que não se crie um abismo entre o artista e a plateia.
A capacidade agora é para 320 pessoas. “Vai dobrar a capacidade, mas deve ter fila na porta e pessoas chateadas do lado de fora do mesmo jeito”, acredita. Uma solução encontrada foi uma parceria com a Rede Minas, que vai registrar todos os encontros e exibir um especial em novembro.
Enquanto celebra os cinco anos da Noite do Griot, Ibrahima Gaye comemora sua recém-nomeação como cônsul honorário do Senegal em Belo Horizonte, para onde se mudou em 1999, um ano depois de ter desembarcado no Brasil para um intercâmbio de estudos. “O consulado vem não só coroar um trabalho pessoal, mas de todo um conjunto que vem trabalhando comigo, não só na Casa África, mas desde quando comecei a fazer trabalhos educativos-culturais em Belo Horizonte, em 1999”, diz, acreditando que a nomeação “vai nos permitir intensificar projetos socioeducativos em andamento, criar novos e fortalecer essa ponte, não só com o Senegal, mas com outros países africanos”.
Além da Noite do Griot, Gaye destaca outros dois projetos desenvolvidos pela Casa África: o Fest’Afro Brasil, festival multidisciplinar que será realizado antes da Copa do Mundo, e o “Cultura e Pensamento”, seminário para discutir cultura, juventude e meio-ambiente, que acontecerá em junho, no Circuito Cultural da Praça da Liberdade.

CARLINHOS BROWN – Show acústico e bate-papo, abrindo a temporada 2010 do projeto Noite do Griot. Teatro Alterosa (Avenida Assis Chateaubriand, 499, Floresta – fone: 3237-6611). Hoje, às 21 horas. Entrada franca. Retirada dos ingressos limitados com uma hora de antecedência na bilheteria do teatro.

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: